ELEVADOR NA CIDADE SÃO PAULO LEGISLAÇÃO ESPECIFICA RIA
Home / Administração e Gestão / Administração / ELEVADOR NA CIDADE DE SÃO PAULO POSSUI LEGISLAÇÃO ESPECÍFICA – RIA
ELEVADOR

ELEVADOR NA CIDADE DE SÃO PAULO POSSUI LEGISLAÇÃO ESPECÍFICA – RIA

FFS Gestão Condimial

Elevador em São Paulo, possui regra especifica que impacta na gestão e segurança por meio e inspeção com emissão de Relatório de Inspeção Anual (RIA), saiba como se manter em ordem.

Desde 2006 no município de São Paulo é obrigatória a emissão anual do Relatório de Inspeção Anual de Elevador (RIA), a qual pode ser retirada via internet, mas que necessita de uma série de ações para que seu condomínio esteja em ordem e você consiga a emissão do mesmo.

De acordo com a Portaria 01/2006, do Departamento de Controle do Uso de Imóveis (Contru), o qual define os procedimentos necessários a sua emissão via Internet em atendimento ao Decreto 47.334/06 e à?Lei nº 10.348, de 4 de setembro de 1987 e sua alteração conforme Lei nº 12.751, de 4 de novembro de 1998).

QUEM PODE EMITIR O RELATÓRIO DE INSPEÇÃO ANUAL DE ELEVADOR (RIA)

A emissão do RIA somente poderá ser realizada por empresas de conservação dos elevadores credenciadas, dependem da qualidade da manutenção dos equipamentos, onde o responsável pelo empreendimento deve monitorar se a empresa contratada elabora o documento corretamente e esteja apta a se responsabilizar pelos serviços prestados.

O RIA descreve a situação de segurança e estado da manutenção do elevador ao Contru e quais os eventuais serviços necessários para que estas condições sejam atendidas.

O documento deverá ser elaborado por empresa cadastrada e que possua profissional habilitado para emissão do relatório, engenheiro ou arquiteto, os quais devem realizar as inspeções necessárias.

As prestadoras de serviços de manutenção devem estar cadastradas no Contru e no CREA, onde a legislação exige que elas façam a inspeção nos elevadores uma vez por mês e, anualmente, forneça ao síndico o RIA assinado por engenheiro mecânico responsável, qual deve emitir ART de sua responsabilidade.

CUIDADOS NA CONTRATAÇÃO

O síndico preocupado em manter o CONDOMÍNIO EM ORDEM, jamais deve negligenciar este documento, ou contratar empresas que realizam o serviço de forma negligente, onde recomendamos que os mesmos sejam denunciados em seus conselhos profissionais, pois o documento garante a segurança das pessoas, e não é burocracia como muitos pensam.

Jamais aceite laudos assinados sem a real inspeção dos sistemas, pratica já observada em muitos empreendimentos e que abominamos.

Conforme a legislação, é obrigatória não apenas a inspeção rigorosa de cada componente dos elevadores, bem como engenheiro responsável pela inspeção.

MULTAS POR NÃO REALIZAR

Sob hipótese alguma, o condomínio pode deixar de cumprir com essa obrigação. Todos os condomínios com elevador devem ter contrato com uma empresa responsável pela manutenção mensal do equipamento, que pode ser a própria montadora ou uma terceirizada, onde o prazo para a entrega do RIA é anual a partir da data de instalação dos elevadores nos condomínios.

As empresas que descumprem esse prazo são, automaticamente, notificadas pelo Contru através dos condomínios e têm até 30 dias para entregar o relatório.

O atraso na documentação está sujeito à multa prevista pela Lei 12.751/98, de 250 UFIR’s .

Segundo o Contru, como este ano aconteceu a primeira leva de entrega de relatórios, a prefeitura ampliou, ainda sem data definida, o prazo de recebimento dos formulários e, assim que as pendências no sistema de processamento estiverem regularizadas será divulgado a data limite.

Além do RIA, o condomínio tem de pagar uma taxa anual no valor de uma UFM por elevador.

 

Comentários do Facebook
RSO Assessoria
Atitude do Brasil

About Ronaldo Sá Oliveira

Ronaldo Sá Oliveira
Diretor da RSO ASSESSORIA, especialista em normalização atuando em mais de uma centena de comissões técnicas nos últimos anos, dentre as quais ABNT NBR 14037 – norma de manuais de entrega; ABNT NBR 5674 – norma de gestão da manutenção; ABNT 16280 – norma de reforma (autor do texto base); ABNT NBR 15575 – norma de desempenho etc. Prestador de assessoramento técnico, laudos, pareceres a condomínios e gestão de reformas É assessor técnico de grandes entidades do setor imobiliário, construção e projetos, coordenador técnico de diversos manuais técnicos do setor e colunista de diversos canais voltados a construção e gestão de empreendimentos. whatsapp 11 99578-2550 ronaldo@rsoassessoria.com.br

Check Also

GERENTE DE CONDOMÍNIO OU ZELADOR, CONHEÇA A DIFERENÇA

Atualização do mercado Com a profissionalização da sindicância, os condomínios passam por mudanças e boas …

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.

RSO Assessoria
Atitude do Brasil