IMPERMEABILIZAÇÃO COM FALHA IMPACTA NA QUALIDADE DE VIDA

impermeabilização

Mais uma vez chega a época de chuvas intensas, onde surgem ou realçam-se diversos efeitos causados pelo excesso de água e umidade, e não estamos falamos de enchentes e sim de falhas de impermeabilização.

Tratam-se dos mais diversos problemas que ocorrem nas estruturas das edificações que vão de manchas de umidade a trincas, que podem se tornar um grande transtorno a todos, muitos destes problemas poderiam ser evitados com a impermeabilização correta das estruturas.

Esta prática, porém, ainda não é um hábito entre os brasileiros, que não têm a cultura de evitar problemas construtivos e sim de procurar solucionar aos efeitos.

Este comportamento, entretanto, pode trazer não apenas gastos desnecessários, como riscos à vida das pessoas, os custos com impermeabilização na fase de execução de uma obra correspondem a cerca de 1% a 3% do orçamento total, enquanto os gastos decorrentes da reconstrução de um sistema de impermeabilização inadequada ou de sua ausência podem superar os 10%.

Diversos problemas podem afetar lajes, paredes, estruturas de piscinas, reservatórios de água, garagens, floreiras, terraços, tais como o surgimento de manchas de bolor e bolhas nas paredes, infiltração de água pelas frestas das janelas, rachadura e queda de azulejos, escurecimento das juntas dos revestimentos e a ocorrência de trincas e goteiras.

Os problemas não são apenas estéticos, as trincas, inclusive, merecem uma atenção especial, uma vez que podem até mesmo abalar as estruturas do imóvel quando em estágio avançado.

Tendo como causas fatores variados, as conhecidas rachaduras devem ser avaliadas desde o surgimento.

O excesso de umidade pode provocar, ainda, uma série de problemas de saúde, em especial respiratórios, que levam milhares de pessoas aos hospitais todos os anos, ampliando os gastos com saúde pública. Então por que não os evitar?

Mais do que garantia de conforto e estanqueidade, a impermeabilização aumenta a longevidade do imóvel e pode evitar o impacto causado por reformas, tanto aos proprietários do imóvel como ao meio ambiente.

O mercado oferece diversas soluções para este tipo de problema, são produtos de alta tecnologia que atuam na prevenção e também na resolução dos transtornos causados pela umidade. São bloqueadores hidrostáticos, argamassas poliméricas, selantes, membranas poliméricas ou asfálticas, mantas asfálticas, entre outros, que, mesmo sendo um mistério para a maioria da população, são indicados para cada tipo de ocorrência.

Lembro que não existe impermeabilização ruim e sim uma solução adequada à cada necessidade.

Num País onde se diz que 70% do consumo de material de construção corresponde ao mercado “formiguinha”, é uma tentação a todos os responsáveis legais de condomínios e pessoas físicas irem a uma loja, grande ou pequena, na busca de uma solução ao seu problema de infiltração.

Certamente vão encontrar inúmeros produtos e quantos deles seguem as normas técnicas da ABNT?

Certamente surgirão muitas dúvidas do que comprar. Qual marca é melhor: A, B ou C? Certamente vai sentir a falta de uma orientação técnica do que é mais adequado à própria necessidade, por isto reforçamos, sempre tome suas decisões com assessoramento técnico, nos moldes que um advogado lhe assessora em um passivo, um engenheiro ou arquiteto deverá lhe assessorar nas tomadas de decisões técnicas.

Acrescente a estes fatos as obras que não tem uma especificação de impermeabilização, que os responsáveis contratam diretamente a mão de obra que faz todo tipo de serviço, inclusive impermeabilização. Tudo isto se torna uma somatória de fatores que contribuem para o insucesso da empreitada!

Quando a pensar em impermeabilização, é importante considerar um trabalho consciente, é importante contratar um profissional qualificado para orientação, o que pode significar a melhora da qualidade de vida como um todo e afetar menos o bolso de cada proprietário de um imóvel.

Normas a serem consultadas.

  • ABNT NBR 9575 – Impermeabilização – Seleção e projeto
  • ABNT NBR 9574 – Execução de impermeabilização
Comentários do Facebook
Marcos Storte
Sobre Marcos Storte 6 Artigos
Engenheiro civil, Mestre em engenharia, Stricto Sensu em Construção Civil e Urbana com vasta experiência, abrangendo projetos, contratos, planejamento e execução de obras na construção civil, sendo 32 anos de experiência na área técnico-comercial Denver e Viapol. Atuante na área de impermeabilização e acústica, palestrante em congressos nacionais e internacionais e comissões de estudo da ABNT - Associação Brasileira de Normas Técnicas. Diretor técnico da A2S consultoria. Site: www.a2sconsultoria.com.br Contato: marcos.storte@a2sconsultoria.com.br