ALVENARIA ESTRUTURAL, OBRAS E REFORMAS
Home / Gestão das Reformas / ABNT NBR 16280 / ALVENARIA ESTRUTURAL, OBRAS E REFORMAS
alvenaria estrutural

ALVENARIA ESTRUTURAL, OBRAS E REFORMAS

O SISTEMA

A alvenaria estrutural, também chamada de alvenaria ou parede portante, pois as mesmas possuem função estrutural, ou seja, não há pilares e vigas do modo convencional e as paredes se transformam em elementos estruturais sendo equivalente a vigas e pilares.

O sistema é previamente planejado para que a construção encaixe as peças de forma alternada (como um lego), instalando de forma simultânea todos os sistemas elétricos e hidrossanitários.

Neste sistema todas as cargas atuantes, ou seja, o peso próprio da estrutura e tudo mais que a ela se agrega (o peso das lajes, das paredes, das caixas d’água, dos elevadores etc., além dos móveis, pessoas e quaisquer outros objetos dentro dos apartamentos) são descarregados até a base do edifício pelas paredes estruturais dos apartamentos, e aí descarregados no solo através de elementos estruturais em concreto armado e das fundações.

Alguns edifícios possuem paredes de vedação, as quais possuem indicação nos manuais de uso e operação de seus condomínios, as quais não são dimensionadas para resistir a ações além de seu próprio peso, sendo responsável pelo fechamento da edificação e também pela compartimentação dos ambientes internos, somente estas podem ter pequenas alterações, sempre analisada e com responsabilidade técnica de um profissional habilitado.

A alvenaria estrutural ganhou espaço nas construções na década de 1990 e hoje ela é amplamente utilizada, o sistema possui vantagens e desvantagens ao construtor, mas o que o sindico de um edifício construído com este sistema necessita saber?

REFORMA NO SISTEMA

O sindico necessita gerir as obras no edifício e evitar riscos a seus moradores, onde esclarecemos desde já que o sistema é reconhecido mundialmente, possui normalização e é extremamente seguro, e somente o uso incorreto pode ocasionar problemas e neste caso o mesmo poderá recair sobre o sindico e o causador do problema.

Se algum projeto de reforma desejar promover modificação, ou remoção de parede, mesmo que pequena, é recomendado que a reforma não seja aprovada, siga do definido na norma ABNT NBR 16280, norma de reforma.

Caso o solicitante insista no pleito o mesmo deverá possuir um profissional habilitado (engenheiro civil) que se responsabilize pela intervenção, deixamos um alerta ao sindico para ter cuidado com documentos comprados na internet sem os respectivos estudos e verifique o preenchimento dos documentos, o qual deverá constar a intervenção planejada na estrutura e que a mesma não representa risco ao edifício, também não esqueça de verificar se as intervenções não estão em desacordo com o manual de uso e operação do edifico, pois além do risco estrutural, poderá comprometer toda garantia do sistema estrutural do edifício, e a vida útil do edifício como um todo. No caso de dificuldades em se embasar busque ajuda de um profissional habilitado para análise da solicitação e como prática de mercado, cobre do solicitante por este assessoramento.

Alguns exemplos de solicitações de reforma que devem ser analisadas com muito critério, pois o impacto será maior em alvenaria estrutural:

  • Retirada de paredes, entre dependências e entre unidades (usadas para interligar);
  • Embutir sistemas elétricos ou hidráulicos que foram previstos como externos;
  • Mudança de posição do ponto de elétrica e hidráulica, onde se pretende realizar um corte horizontal nas paredes para passagens de tubulações;
  • Instalações de sistemas não previstos no edifício, onde haverá cortes, furos ou mudanças nas paredes, nicho

PARA FIXAR COISAS NO SISTEMA

Para fixar objetos nas paredes, por exemplo quadros, prateleiras e similares, deverá ser utilizado parafusos e buchas para blocos vazados modelo FU (de 6, 8 ou 10 mm), de acordo com o local a ser furado. Nunca use martelo e pregos, cuja grande capacidade de penetração pode danificar o acabamento das paredes. Sendo proibida a construção de nichos nos banheiros, pois os mesmos diminuem a “largura” da parede e pode trazer riscos estruturais.

duvida-16280

Comentários do Facebook

About Ronaldo Sá Oliveira

Ronaldo Sá Oliveira
Diretor da RSO ASSESSORIA, especialista em normalização atuando em mais de uma centena de comissões técnicas nos últimos anos, dentre as quais ABNT NBR 14037 – norma de manuais de entrega; ABNT NBR 5674 – norma de gestão da manutenção; ABNT 16280 – norma de reforma (autor do texto base); ABNT NBR 15575 – norma de desempenho etc. Prestador de assessoramento técnico, laudos, pareceres a condomínios e gestão de reformas É assessor técnico de grandes entidades do setor imobiliário, construção e projetos, coordenador técnico de diversos manuais técnicos do setor e colunista de diversos canais voltados a construção e gestão de empreendimentos. whatsapp 11 99578-2550 ronaldo@rsoassessoria.com.br

Check Also

reforma

REFORMA EM CONDOMÍNIOS, CUIDADO COM INFORMAÇÕES EQUIVOCADAS

CUIDADO ONDE BUSCA INFORMAÇÃO Alguns meios de comunicação divulgaram nos últimos dias, reportagem sobre a …

RSO Assessoria
Atitude do Brasil